Nas empresas estamos acostumados a encontrar dois principais tipos de perfis de colaboradores, o operacional e o gerencial.

O primeiro possui um perfil técnico, é aquele que coloca a mão na massa, assim que surge uma ocorrência ele toma à dianteira (ou espera que a ocorrência seja atribuída) e se preocupa em ‘resolver o problema’, independente se fará uso de planejamento ou não, podemos tachar esse perfil como tendo uma visão operacional.

O segundo principal perfil é relacionado a um perfil administrativo, digamos que este tipo de colaborador vê a situação de uma maneira diferenciada, pensa nas ocorrências como oportunidades de negócio e planeja a resolução utilizando de todos seus recursos disponíveis, além de é claro, estar atento a fatores como urgência e importância.

Quando o operacional faz a diferença

O perfil técnico possui a disciplina em se especializar a ponto de se tornar referencia em determinado serviço e / ou produto, tal situação faz do colaborador que possui um perfil operacional, um recurso de enorme valia quando tratamos de casos aos quais o problema chegou a um ponto crítico e também em situações quando um aspecto conhecido como ‘escovar bits’ é necessário, este ao qual o colaborador se dedica a determinado produto, e neste momento seu objetivo é identificar falhas e melhorar o desempenho.

Técnico por falta de oportunidade

Existem casos em que colaboradores atuam na área técnica, entretanto gostariam de exercer funções administrativas, tais como, gerenciar o departamento, se responsabilizar pela linha de produção, se tornar líder de algum grupo, enfim, tais colaboradores podem não possuir oportunidade de crescimento em tal empresa, seja por que conseguem de alguma maneira se destacar no que faz ou devido ao fato de que já existem demais colaboradores que fazem tal papel em sua corporação.

Técnicos que exercem sua função por falta de oportunidade acabam por se desprender da empresa com o passar do tempo, certamente irão adquirir experiência suficiente para futuramente investir em suas supostas aptidões empreendedoras ou quem sabe procurar outra empresa ao qual aceite lhe proporcionar oportunidades em áreas gerenciais.

Quando o administrativo faz a diferença

Perfis gerenciais costumam exercer sua profissão por que gostam de seu trabalho, todavia existem colaboradores que mesmo destinados à área gerencial, não são de fato gerentes. Fazer uso de sua visão gerencial em uma organização é fator de suma importância, departamentos sem uma voz capaz de motivar e muitas vezes guiar sua equipe, dificulta que o ambiente se estruture de forma adequada, pois a presença de perfis capazes de proporcionar uma visão privilegiada das situações como um todo, faz com que o departamento se organize e não troque as mãos pelos pés.

Gerencia sobrecarregada

Uma situação ao qual não é necessário irmos muito longe para encontrar é o fato de colaboradores responsáveis por gerenciar um departamento reclamarem de seu trabalho, as pessoas logo imaginam que tais reclamações são uma maneira de se mostrar, ou talvez que “o fulano está reclamando de barriga cheia”, mas não, muitos gerentes possuem sim motivos para reclamar.

As responsabilidades de um gerente aumentam a cada suspiro, digamos que o dono da empresa deposita sua confiança naquele que é responsável em gerenciar seus demais recursos, e a lógica é que o primeiro a saber das novidades assim como se responsabilizar por dar continuidade nas mesmas, é seu gerente.

Planejar, tomar decisões, atribuir, prover comunicação, ser influente a ponto de encorajar e motivar, além de estar aberto a demais ‘situações’ do dia a dia é motivo sim para que o gerente desabafe uma hora ou outra.

Seja operacional ou gerencial, se dedique em seu trabalho, suas atitudes são medíveis e seu desempenho é comparável, certamente você ocupa a atual posição por desempenho, mas também pode ocupa-la por atitudes.

Comentários são bem vindos.

Sobre Tiago Maraldi

Tiago Maraldi Rozão escreveu 22 artigos no blog.

Share →

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>