A finalidade deste artigo é mostrar a importância de algo que esta passando despercebido para muitos profissionais de TI. Tenho dois orientandos de pós-graduação, do curso de redes das Faculdades Integrado de Campo Mourão, Paraná, que estão fazendo um fantástico trabalho sobre o “O ESGOTAMENTO DO IPV4 NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES”. O nome deles é, Rubens Neri e Jorge Joji.

É logico que para orientar um artigo, seja ele de qualquer assunto, por mais que você já tenha ouvido falar, é necessário uma pesquisa.

Existe um projeto no Brasil chamado http://www.ipv6.br/. Projeto este com a finalidade de mostrar como atualmente encontra-se o protocolo IPv4, como funciona o IPv6 e como será o processo de transição de um para o outro. Além de estatísticas, artigos, minicursos e exemplos de fora do Brasil, de como esta migração vem dando certo.

Para aqueles que não conhecem nada deste novo protocolo, recomendo uma visita ao site e também fazer o minicurso: http://curso.ipv6.br/elearning/.

Acredito, eu, que isso contribuía com o inicio, para nós, profissionais de TI, nos prepararmos para esta realidade.

Abraços.

Sobre Erivelto Postai

Erivelto Postai Silva escreveu 28 artigos no blog.

Há 12 anos, atuando na área de Tecnologia da Informação, com vivencia em gerenciamento, desenvolvimento e implantação de projetos, voltados a empresa de pequeno, médio e grande porte. Atualmente, atuando como Gerente de Infraestrutura de TI na Empresa WRA Gestão em Tecnologia da Informação. Responsável por gerenciamento de projetos e também líder da equipe de infraestrutura. Experiência na implantação de servidores de gerenciamento, segurança de borda, servidores de mensageria, servidores de colaboração, gerenciamento de estações de trabalho, licenciamento de software, gerenciamento de ativos de software, MOF, ITIL.

Share →

2 Responses to IPV6, Nova Geração do Protocolo Internet

  1. Thiago Batista says:

    Apenas um complemento, será na Semana que vem o dia Mundial do teste do IPV6, http://tecnoblog.net/66522/dia-mundial-de-teste-do-ipv6-acontece-semana-que-vem/ , que terá a presença de empresas como Google, Facebook e Yahoo já confirmadas.
    É uma boa iniciativa para o teste na pratica em grande escala.
    Vamos ver como irá se portar este sites durante este tes.
    Abraço e até mais.

  2. Rubens says:

    Fausto Fernandes publicou em seu site o seguinte comentário:

    O problema que o Núcleo de Informação e Coordenação do .br (NIC.br) enxerga é a pouca adesão ao IPv6 pelas empresas, principalmente pelos grandes provedores ao contrário do que diz o site do RIPE onde as redes IPv6 já são mais de 10% de todas as redes no Brasil e, principalmente, a taxa de adesão ao IPv6 vem crescendo de maneira constante e agressiva desde de 2009. As razões que levam a NIC.br ter essa posição é de que a baixa adesão pode ser pelo alto custo de investimento, que corresponde à complexidade da infraestrutura e o comodismo adotado pelas empresas.

    - http://www.ipnews.com.br/telefoniaip/index.php?option=
    com_content&id=20144&task=view

    Muitas empresas estão interessadas somente no aspecto renovação, implementação e adequação ao novo protocolo chamado IPv6, porém ninguém se atentou ao momento em que vivemos, onde o consumidor se torna exigente na compra de um novo produto ou equipamento.
    Essa preocupação se chama sustentabilidade! Ou seja, vou trocar tudo, mas para onde vai o que ficou desatualizado?
    Isso nos faz pensar em um novo cenário, já que vivemos em um país considerado de terceiro mundo e com uma desigualdade de tecnologia absurda!
    Ao mesmo tempo em que esta tecnologia nos mostra uma imensa possibilidade de novas conquistas, ela nos trás um imenso problema, lixo eletrônico.
    Algumas empresas de grande nome como a WallMart, já estão preparando todo um marketing embutido em seu produto estampando a responsabilidade social como carro chefe, para que se tenha cada vez mais adeptos.

    Abraço a todos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>