Caros Leitores,

Há tempos passados, me deparei com o seguinte problema em um cliente: no servidor de borda, que no caso não era um Exchange Server 2010, com função de Edge Transport, os e-mails de entrada estavam enfileirando. Quando acessava o OWA ou mesmo usando qualquer cliente de e-mail, eu conseguia enviar emails, lento mais conseguia, porém quando de fora da organização, ao tentar enviar e-mail para uma conta interna, esta mensagem enfileirava no servidor de borda. Eu particularmente não tinha acesso ao servidor de borda, e os logs que encontravam não justificavam tal comportamento dentro do Exchange. Quando derepente veio a LUZ. Solicitei acesso a console do servidor de borda deste cliente e de dentro do mesmo, fiz um tenlnet no servidor com função de HUB Transport do Exchange, que no caso deste cliente só temos um. Voa-la, com o erro, que me desculpem, não tive inteligencia de ter documentado, ao procurar pela internet a fora, descobri que o disco C:/ do servidor HUB Transport estava cheio. Sacanagem……porque não olhei isso antes….????

Tudo bem, fui verificar o que extamente estava ocupando tanto espaço em uma instalação de Windows Server 2008 R2 + Exchange Server 2010. Descobri que o Banco de Dados de Filas é quem estava causando tal situação. Bom depois de toda esta volta, diretores sem e-mail, vendas paradas e detalhes como este, encontrei o seguinte artigo no Site do TechNet e documentações do Exchange Server: Alterar a Localização do Banco de Dados de Filas.

Olha o que eu li: “Uma fila é um local de retenção temporária para mensagens que estão aguardando para entrar na próxima etapa de processamento. Cada fila representa um conjunto lógico de mensagens que um servidor de transporte processa em uma ordem específica.

O Microsoft Exchange Server 2010 usa o banco de dados do Extensible Storage Engine (ESE) para enfileirar armazenamento em massa. Conhecido anteriormente como JET, ESE é um método que define uma API de nível inferior para estruturas de banco de dados subjacentes no Exchange. Todas as filas diferentes são armazenadas em um único banco de dados ESE. As filas existem apenas em servidores que possuem a função de servidor Transporte de Hub ou Transporte de Borda instalada.”

O que eu fiz então (Será que faltou o tal do planejamento no inicio ou conhecer um pouco mais o produto?), alterei a localização do Banco de Dados de Filas. Alterar a Localização do Banco de Dados de Filas. Pronto, tudo voltou a fluir normalmente.

Bom, o que gostaria de deixa claro:

  1. Conheça o produto, particularidades, boas praticas, recomendaçoes, se especialize no mesmo. Pois quanto maior é o projeto, mais exigencia destes itens você terá.
  2. Planeje, planeje, planeje e planeje. Ou seja, planejar nunca é demais.

É isso ai, gostaria de compartilhar desta experiencia com vocês e espero que ninguém mais passe por isso.

Abraços,

Sobre Erivelto Postai

Erivelto Postai Silva escreveu 28 artigos no blog.

Há 12 anos, atuando na área de Tecnologia da Informação, com vivencia em gerenciamento, desenvolvimento e implantação de projetos, voltados a empresa de pequeno, médio e grande porte. Atualmente, atuando como Gerente de Infraestrutura de TI na Empresa WRA Gestão em Tecnologia da Informação. Responsável por gerenciamento de projetos e também líder da equipe de infraestrutura. Experiência na implantação de servidores de gerenciamento, segurança de borda, servidores de mensageria, servidores de colaboração, gerenciamento de estações de trabalho, licenciamento de software, gerenciamento de ativos de software, MOF, ITIL.

Tagged with →  
Share →

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>